nojo do sexo oral

Vamos falar de nojo do sexo oral?

Há tempos venho pensando sobre esse assunto, e há umas duas semanas resolvi escrever.

Principalmente depois de um atendimento onde a cliente relata ter nojo do sexo oral, mas ainda assim o parceiro a cobra para que faça.

Antes de qualquer coisa, eu já quero dizer que cobrar e exigir um oral não é nada bom e ainda fica aquela sensação de: caramba, a pessoa está fazendo na obrigação?

Mas voltando ao nojo, primeiro é importante entender de onde vem essa “fissura” pelo sexo oral e principalmente dos caras em ejacular na boca da parceira e também entender o nojo.

Observação muitíssimo importante: Homens também tem nojo.

Existem caso de homens com nojo de fazer o oral na mulher e também nojo da própria ejaculação, e não aceitam beijar a mulher depois de ejacular em sua boca.

Esse fetiche da ejaculação na boca da mulher vem muito dos filmes pornôs, principalmente os filmes que são voltados ao público masculino.

A cena é sempre a mesma: não vemos preliminares de fato voltadas à excitação feminina, 5 minutos esfregando o clitóris, o cara já acha que é o suficiente, mete feito uma britadeira e goza na cara ou boca da mulher. Em alguns filmes, a mulher “pede” essa ejaculação, mas a grande maioria nem o “consentimento” rola, mas isso é pauta para outro post.

Baseado nessa referência os meninos crescem achando que todo sexo é daquele jeito e que toda mulher aceita ou gosta.

Vamos lembrar aqui o seguinte: pessoas são diferentes em vários aspectos e por este motivo o que uma pessoa gosta não significa que outra irá gostar. Então já coloca na sua cabecinha que mulher ou homem nenhum é obrigado a gostar de sexo oral. Também não podemos esquecer que existem diveeeeersos ( coloca ênfase ao ler) motivos para a pessoa não gostar e ter nojo que vão desde traumas, a medo de doenças e falta de conhecimento e ah, parceiros sem higiene também.

 

Sobre ejaculação masculina na boca

A ejaculação é um fluído corporal, certo? Assim como outros fluídos, ela pode causar a sensação de nojo ou repulsa a pessoas que estão entrando e contato com um fluído que não são seus. Você se sentiria confortável se alguém assoasse o nariz em sua boca? Para muita gente é essa a comparação que fazem. Além disso falando do pênis e da vagina, a higiene está em dia? Pois é! Falei da importância dos caras lavarem o pinto ( pausa dramática, pois ainda estou em choque de saber que existe campanha de conscientização para os caras lavarem o pinto para evitar câncer) lá no instagram. Até brinquei que essa história da “última gota é da cueca” é bem nojenta e faz o cara perder a oportunidade de receber boquete surpresa.

 

Falando do nojo da vagina

Tem muito, mas muito homem que tem nojo e não assume. Gente, tudo bem não gostar de fazer, ok? Isso vale para ambos. Mas no caso dos homens se eles assumem esse nojo vão ouvir piadinhas que incluem duvidarem da sua masculinidade. Isso mostra o quão infantil e preconceituosos os homens podem ser quando se trata de sexo.

Mas vale ressaltar que também tem muita mulher que deixa a desejar na higiene, e nem estou falando dos pelos. Me refiro a limpeza mesmo.

 

Preconceito, pressão e falta de respeito

A mulher que não gosta é cobrada, o cara que não gosta também é. Mas eu eu pego muitos casos de atendimento onde o cara exige mas não quer fazer. Oi? Daí diminui a mulher e ainda faz chantagem dizendo que vai procurar fora. Alô, você mulher: não caia nessa. Se te faz isso é porque não merece estar contigo. Não te respeita.

O cara ejacula e corre quando a mulher vai beijar, ou seja ele pode ter nojo dele mesmo mas ela não pode?

O intuito do post de hoje e dizer que tudo bem não gostar de certas práticas e dizer que o casal pode ser feliz sem elas, assim como podem juntos tentar passar por cima dessa “limitação”, porém a palavra de base é o respeito! Tentar entender os motivos que se escondem por trás do “nojinho” e JUNTOS fazerem algo para melhorar a situação e até acabar com ele.

Isso não te faz uma pessoa ruim de cama

Esse conceito ao meu ver não se aplica, pois o bom varia e o ruim também e se pra ser bom de cama você precisa passar por desconfortos somente para agradar o outro, você não está sendo bom com você mesmo.

Dicas de como minimizar o desconforto no sexo oral:

 

Chame a parceira (o) para um banho, brinquem de dar banho um no outro e ali inicie o ato.

A ejaculação se ocorrer, estará com influência da água do chuveiro e pode ser mais confortável.

Use gel para sexo oral. Eles além de terem variações de sensações como: quente, frio etc. eles têm sabor e cheirinho que pode deixar mais saboroso e podem ser usados no pênis, na vagina/vulva e no beijo grego.

E ah, tem deles disponível aqui na minha loja.

Então se libertem dos rótulos e preconceitos e juntos tentem melhorar o sexo de vocês, sempre respeitando o outro e principalmente se respeitando.

Falando nisso, fiz um workshop maravilhoso falando sobre questões básicas da Sexualidade que podem ajudar bastante a mudar sua visão sobre Sexo, Sexualidade e Sensualidade.

Se quiser ver mais conteúdos sobre Sexualidade, me siga nas redes sociais e te garanto que vai gostar. Conheça também a minha loja de produtos eróticos clicando aqui.

Se joga e goza! (dentro ou fora da boca rs)

Thalita Cesário