Quando falamos em prazer anal é polêmica para todo o lado. E quando se trata de prazer anal no homem… ai é que o preconceito rola solto.

Preconceito dos dois lados

O mais assustador é a quantidade de mulheres preconceituosas, com o pensamento de que somente elas podem sentir prazer ali.

Mas vejamos o seguinte, ânus, o vulgo cu é uma região rodeada literalmente, rs por terminações nervosas. Tanto o homem quanto a mulher tem potencial de prazer e orgástico ao receber estimulo ali.

Orientação sexual não depende do ânus

As pessoas acham que o fato de os homens gostarem de receber estímulos, beijos, lambidas e até a penetração fará com que eles virem gays de uma hora para a outra.

Mas minha gente, ninguém vira gay porque levou uma dedada ali.

O que define a orientação sexual de alguém são vários fatores, e inclusive não são todos os homens gays que gostam de ser penetrados.

Isso só mostra que a sexualidade é ampla e que gosto é muito relativo. Não existem padrões. Cu é cu e ponto final.

Se um homem hétero pede um estímulo ali, significa que confia o bastante em você para enfrentar todo o machismo e masculinidade tóxica que rodeia a sexualidade masculina.

Ao julgar, você acaba reprimindo a possibilidade de juntos sentirem prazer e aumentarem o repertório sexual de vocês.

Homem de verdade é aquele que se assume, se abre, que mostra suas vontades sem medo de ser julgado.

Transparência, reciprocidade, confiança e cumplicidade é o que permite casais a terem uma sexualidade plena e saudável.

Lá na minha loja tem vários produtos legais e lubrificantes excelentes para ajudar no prazer anal.

Então deixem de preconceito, se permitam, se joguem e gozem!

Ah, quer entrar para minha lista VIP? Clica aqui para receber as novidades, informações e também promoções da minha loja. Aproveitem para conhecê-la: www.lojadathalita.com.br

Beijos e até o próximo post!