ressecamento vaginal

Ressecamento Vaginal: Isso já aconteceu com você?

Se você é mulher já passou por algum momento na transa onde foi difícil a penetração ou até mesmo depois de já ter iniciado a penetração precisou parar e correr para pegar o lubrificante.

Então bem vinda a este post, pois nele vou falar sobre essa situação que é comum entre as mulheres mas preste atenção, eu disse comum e não normal.

Ressecamento vaginal é uma alteração natural da lubrificação vaginal que pode causar grande desconforto.

 

A lubrificação vaginal é importante para que o ato sexual seja confortável e prazeroso para a mulher, mas em alguma fase da vida toda mulher vai vivenciar um período de ressecamento.

A secura vaginal é algo que se apresenta mais frequente no período de menopausa , mas mulheres jovens também podem vivenciar esse desconforto.

Muitas vezes a falta de conhecimento sobre o próprio corpo não permite a mulher enxergar que algo não está em normalidade e achar que tudo bem forçar o sexo mesmo sentindo incômodo e até dor.

Além disso, nós mulheres fomos educadas de modo a achar que temos que fazer o sexo a todo custo para agradar a pessoa com quem nos relacionamos, mesmo que isso custe nosso conforto ou prazer.

 

Quando identificar o ressecamento?

Ao se masturbar, colocar absorvente interno e até principalmente na hora do sexo perceber que está “seco” e está difícil continuar é sinal de que a lubrificação não está como antes.

 

Possíveis causas do ressecamento

Alterações hormonais

Essa é uma das principais causas e está relacionada a diminuição da produção de estrogênio no organismo, pois esse hormônio é responsável por manter uma camada fina de lubrificação na mucosa vaginal.

Essas alterações podem acontecer devido à menopausa, pós parto, durante a amamentação ou até mesmo devido ao uso de anticoncepcional hormonal.

 

Ressecamento Vaginal: Isso já aconteceu com você?

ressecamento vaginal

 

Uso de medicamentos

Alguns remédios que são utilizados para tratar resfriados, alergias e que contém anti-histamínico, e alguns remédios para asma que podem ressecar as mucosas do corpo todo, incluindo a mucosa vagina.

O que fazer: consultar o médico e tentar a substituição por outro medicamento.

 

Ansiedade

A ansiedade em excesso pode se manifestar com alterações no corpo e afetar a libido e lubrificação.

O que fazer: descobrir as causas e tratar a ansiedade.

 

Falta de estimulação

Muitas mulheres jovens que sofrem de ressecamento vaginal, na verdade não tem um “problema orgânico”, mas falta de conhecimento corporal e de estimulação adequada.

A preliminar é fundamental para o estímulo antes do sexo. Por meio da estimulação e com a excitação o fluxo sanguíneo da vagina aumenta e como consequência a lubrificação também.

É de extrema importância que a mulher esteja lubrificada para que o pênis  possa entrar e deslizar confortavelmente tanto para o homem como para mulher.

O que fazer: aumentar o tempo de preliminar e intimidade do casal visando estímulos mais prazerosos e melhorando a libido.

 

Tratamento de Câncer de mama

Algumas mulheres que sofrem com o câncer de mama e fazem tratamento têm alterações hormonais significativas que afetam diretamente a lubrificação.

O que fazer: seguir o tratamento e utilizar lubrificantes adequados, livre de hormônios.

 

Em todos os casos o uso de lubrificante é sempre bem vindo e recomendação, porém o ideal é podermos usufruir de nossa lubrificação natural.

Quando há recorrência desse ressecamento, a reação sexual passa a ser um transtorno e até um martírio para as mulheres e afeta diretamente a libido e pode trazer episódios de dor. Com esse histórico negativo, a libido é afetada e quando notar a mulher está sem desejo sexual nenhum por um motivo tranquilo de se tratar.

De todo modo, diálogo sempre é necessário para que o parceiro entenda o que acontece e saber de que modo ele pode ajudar. Você que é mulher também deve falar sobre o assunto e pedir ajuda.

Em alguns casos a Terapia Sexual é recomendada para investigar e tratar uma possível disfunção sexual e o Pompoarismo também pode ajudar muito.

 

Falei disso  também no YouTube

 

 

Existem também lubrificantes livres de hormônio e que repõe as células de água com ácido hialurônico, basta acessar meu site e conferir.

E ah, eu tenho um workshop maravilhoso onde falo sobre Sexualidade e também abordo lubrificação. Ele está disponível aqui. Tenho certeza que ira gostar.

 

Espero que tenham gostado e depois dessas dicas aqui, se joga e goza!

Thalita Cesário